Centro de Arte e Natureza
Investigação e Cultura

O CAN – Centro de Arte e Natureza tem como pressuposto a análise e entendimento holístico das relações entre Arte e a Natureza. Espaços, formas, matérias e pessoas que se integram e interagem como sistema naquilo que lhes é intrínseco. Reflectir e experimentar acerca dos elementos do meio e suas relações, tangíveis e intangíveis.
Envolve, igualmente, uma dimensão territorial associada com a paisagem, procurando contribuir para uma melhor compreensão dos elementos naturais e processos envolvidos, de formas de intervenção, da sua interpretação e expressão artística.
A área de actuação do CAN envolve o espaço geográfico situado entre a Serra da Gardunha e a encosta oriental da Serra da Estrela.

Projecto de implementação de um Centro de Arte e Natureza integrado na ARS – Art and Science Research, com sede no Fundão, é constituído por três valências:
– Polo Universitário Transdisciplinar
– Rede de investigação
– Plataforma de promoção e aprendizagem da Arte e da Ciência para Cultura contemporânea

Objectivos

Compreender as múltiplas relações entre o indivíduo e a natureza, integrando diferentes áreas do conhecimento;

Valorizar as ligações da Cultura-Património com a criatividade, no seu entrosamento com as práticas contemporâneas;

Promover as diferentes responsabilidades culturais, sociais e humanas face às novas questões colocadas pela complexidade do mundo contemporâneo, especialmente a emergência ecológica.

Domínios de Ação

Investigação
Desenvolvimento e acolhimento de Projectos ID, Doutoramentos, Mestrados, Pós-graduações, Projectos transdisciplinares de pesquisa e Seminários de investigação.

Cultura e aprendizagem
Edições, apresentações públicas, exposições, performances, projecções cinematográficas, residências de investigação artística e científica, simpósios, seminários e conferências.

Âmbito Territorial

Serras da Gardunha e Estrela

O Centro, com sede no concelho do Fundão – Cabeço do Peão –, integra-se na Estrutura ARS, com Unidades de Investigação instaladas ao longo do eixo geográfico situado entre a Serra da Gardunha e a encosta oriental da Serra da Estrela, em particular nos concelhos adjacentes.

Pretende-se também promover a extensão do projecto à Raia Espanhola, em especial as comunidades autónomas de Castilla y León e Extremadura, nas cidades de Ciudad Rodrigo e Béjar, que integram a candidatura “Guarda 2027” a Capital Europeia da Cultura.

Desenvolvimento

Polo Universitário Transdisciplinar

O Polo Universitário Transdisciplinar convoca o conjunto das Universidades parceiras, promovendo a implementação de Pós-graduações, Mestrados, Doutoramentos, para desenvolvimento de projectos de investigação no território no âmbito dos objectivos que se propõem.

Inaugura com a Pós-graduação em Arte e Natureza, da FBAULFaculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa e da UTAD – Universidade de Trás-os-Montes Alto Douro.

 

Rede de Investigação

A rede de Investigação visa incorporar Universidades, Centros de Investigação, Escolas Superiores, Associações congéneres e ONGs nacionais e internacionais.

Inicialmente, a Rede integra um conjunto de entidades parceiras que manifestaram interesse em aderir ao projecto:

 

CIEBA, Centro de Estudos e de Investigação em Belas-Artes  – FBAUL, Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa;

– UTAD, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro – CITAB, Centro de Investigação e Tecnologias Agro-ambientais e Biológicas;

– UBI, Universidade da Beira Interior – LabCom, Comunicação e Artes;

– FBAUL, Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa / FCTUNL, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa – Unidade de Investigação VICARTE – Vidro e Cerâmica para as Artes;

DTK, Det Tverrfaglige Kunstinstitutt Kunstfagskolen i Bœrum (NOR);

– USAL, Universidad de Salamanca (ES);

– IPG, Instituto Politécnico da Guarda / Unidade de Investigação para o Desenvolvimento do Interior

 

Plataforma de promoção e aprendizagem da Arte e Ciência para a Cultura Contemporânea

Núcleos Transdisciplinares

Os Núcleos Transdisciplinares, constituídos pelo conjunto de estruturas complementares instaladas nos diferentes concelhos, visam permitir o desenvolvimento de projectos experimentais e aprendizagens, bem como a promoção e divulgação de diferentes actividades de forma uniforme em todo o território.

 

Cultura e Aprendizagem

O programa de Cultura e aprendizagem integra um conjunto de actividades, constituídas por edições, apresentações públicas, exposições, performances, projecções cinematográficas, residências de investigação artística e científica, simpósios, conferências e seminários.

Seminários

No âmbito dos objectivos do projecto, propor-se inicialmente quatro seminários de curta duração e um programa anual de seminários de média duração dedicado exclusivamente aos jovens.

– Seminários Arte e Natureza

– Artes Cinematográficas
– Artes Performativas
– Arte e Paisagem
– Ciências da Natureza
– Artes Sonoras
– Ambiente e Ética

– Alta Cultura – Educação integral a partir das Artes e Humanidades

Parceria Inicial e Implementação do Projecto

a) Em Março de 2022, estabelece-se formalmente uma parceria entre a ARS, o Município do Fundão, a Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa e a Universidade de Trás-os-Montes Alto Douro, em protocolo, para implementação inicial do projecto, em particular a criação do Polo Universitário e uma Pós-graduação.

b) A Estrutura ARS, oferece as condições necessárias para acolher estudantes, docentes, investigadores e profissionais nas diferentes Unidades de Investigação, em particular na Unidade Sede de Projecto no Cabeço do Peão.

c) Numa segunda fase, serão incluídos no protocolo inicial os restantes municípios parceiros da ARS, iniciando-se assim a implementação dos Núcleos Transdisciplinares no território.

d) Por último, consolida-se a Rede de Investigação, estabelecendo os respectivos protocolos de parcerias com as diferentes entidades nacionais e internacionais nas áreas da investigação artística e científica.

Direção Científica

Prof. João Castro Silva (FBAUL)
Prof. João Paulo F. Carvalho (UTAD)

 

Comissão Científica
A completar