missão
ARS é uma estrutura de investigação multidisciplinar que origina o encontro de gente – com foco na emergência artística e científica – empenhada em pensar e agir, integrando transversalmente experiências e conhecimentos em diversas áreas do saber. Acolhe projectos de carácter inovador que revelem ligações da Cultura-Património com a criatividade, promovendo o seu entrosamento com a contemporaneidade. Promove práticas democráticas e de cidadania ligadas à cultura, expressando a abrangência de toda a realidade cultural do território, com especial atenção das populações rurais.
Investigar

Exposição 'no, no longer, not yet…' de Carlos Alexandre Rodrigues até 15 de julho 2022 no Espaço Biblos, Fundão
próximos eventos
Sobre
 

Génese

A pós-modernidade é caracterizada pela velocidade e fluidez das transformações, o ser humano tem de se adaptar constantemente, impedir que os seus modos de agir se consolidem em hábitos e procedimentos. Estas realidades transitórias geram todo o tipo de instabilidades, como a fragilidade das regras, normas e procedimentos. Existe um novo paradigma científico, cujos pressupostos são a complexidade, a instabilidade e a intersubjectividade. É fundamental haver um conhecimento do todo, de modo a permitir a análise do mesmo. É preciso trabalhar com múltiplas versões da realidade, diferentes domínios de elucidações em interdisciplinaridade. É imprescindível ver e lidar com a complexidade do mundo em todos os seus níveis. A simplificação obscurece. É necessária uma atitude de integração do objecto no seu contexto, colocando o foco nas inter-relações existentes entre os fenómenos e entendendo que a causalidade do mundo complexo não é linear e unidireccional, mas circular e recursiva. Toda a aprendizagem é fatalmente provisória, inacabada e incompleta, a questionação é permanente, a demanda exige-se contínua. O conhecimento é uma construção a ser desenvolvida junto com a subjectividade da arte, em espaços consensuais e por diferentes agentes.


Direcção artística


 

Uma Estrutura, um Ecossistema, um Território

Estrutura de Investigação ARS é uma estrutura de investigação multidisciplinar que origina o encontro de gente – com foco na emergência artística e científica – empenhada em pensar e agir, integrando transversalmente experiências e conhecimentos em diversas áreas do saber. Promovemos a contemporaneidade, fomentando a investigação artística e científica, num trabalho articulado com a Comunidade, as Escolas e a Universidade, estabelecendo assim uma ligação efectiva entre Arte, Educação, Ciência e Cultura. Ecossistema de Aprendizagem ARS é essencialmente um ecossistema de aprendizagem nos diferentes campos de experiência Artística, Científica, Social e Política. Unidades de Investigação acolhem Laboratórios de pesquisa artística e científica cruzando diferentes áreas do conhecimento, no sentido de compreender as múltiplas relações entre o indivíduo e a natureza ao longo do tempo, partindo do seu legado histórico ao presente, num compromisso socio-ambiental no sentido de um futuro sustentável cada vez mais amplo. Estes Laboratórios compreendem linhas de investigação autónomas com requisitos e especificidades singulares para a experimentação, que se assinalam por matérias próprias com as mais diversas características e métodos de aprendizagem únicos. Incentiva-se a descoberta de novas práticas e de novas teorias sempre assentes na singularidade das matérias e das experiências que elas promovem.


Território das Beiras e Serra da Estrela

A Estrutura de investigação instala-se no “Território das Beiras e Serra da Estrela”, implementando um conjunto de práticas culturais transgeracionais que percorrem cinco municípios. Este projecto pretende desenvolver um “ecossistema” sustentável com as diferentes comunidades no centro do processo, onde o binómio inovação – integração é nuclear. Neste quadro de exigências, construímos um projecto acessível a todos, que funciona durante todo o ano, com actividades específicas para diferentes públicos, a várias velocidades, e que incrementa a permanência das comunidades por via dos seus activos culturais. Em parcerias estabelecidas com os Municípios do Fundão, da Guarda, de Belmonte e de Celorico-da-Beira fundámos cinco Unidades de Investigação no território.


 

Acção do Projecto

A acção do projecto passa fundamentalmente pela realização de actividades nos domínios da Criação e Investigação Artística e Científica, Aprendizagem, Inovação Social e Capacitação de Públicos articuladas em linhas de orientação:


– Aprendizagem . Cursos Avançado, Pós-Graduações, Aprendizagem Informal e Escolas.


– Experiência . Projectos teórico-práticos em tutoria de inovação e desenvolvimento, articulados com meios institucionais e privados para integração na Vida Activa.


– Investigação . Projectos multidisciplinares de pesquisa e criação e Seminários de investigação artística


- Seminário Zero.


– Promoção e divulgação . Apresentações públicas, conferências, oficinas abertas, exposições, performances e edição. O plano de actividades deste projecto implica uma grande diversidade de práticas democráticas e de cidadania ligadas à cultura, expressando a abrangência de toda a realidade cultural do território, com especial atenção das populações rurais. Por outro lado, o carácter inovador dos projectos revela-se nas ligações da Cultura-Património com a criatividade, promovendo o seu entrosamento com a contemporaneidade. Este projecto está totalmente alinhado com a Estratégia Regional de Cultura 2030 da Direcção Regional da Cultura do Centro.

Morada
 

Espaço Biblos - Sede do Projecto ARS

Rua dos Bombeiros Voluntários, n.1 e 5

6230 - 422 Fundão

 

Espaço Pontes

Rua João Franco n 33

6230 Fundão
Contacto
 

Qualquer dúvida ou questão estamos por aqui!

+351 275 097 151

 

+351 934 242 828 . Carlos Fernandes (Direção Geral) . carlos.f@ars-id.org

+351 963 283 383 . Flávio Delgado (Produção) . flaviodelgado@ars-id.org

+351 913 825 595 . Ana Rodrigues (Design e Comunicação) . comunicacao@ars-id.org

+351 913 105 653 . Ana Couto (Programação) . anacouto@ars-id.org